Projeto Deep Vision - Olho Eletrônico: Para Deficientes Visuais

O objetivo é trazer a visão do mundo às pessoas cegas ou com limitação visual avançada. O Olho Eletrônico é resultado de esforços na área de Ciência da Computação juntamente com técnicas de aprendizado profundo (deep learning). Avanços em pesquisas computacionais e hardwares possibilitam aplicações reais que melhoram a qualidade de vida de deficientes visuais.

 

 

 Descrição da Tecnologia  


Quatro (4) redes neurais artificiais profundas (Deep Learning) com aproximadamente 400 milhões de parâmetros são utilizadas no projeto.

Processo  


O treinamento das redes neurais é longo, desafiador e demanda infra-estrutura de alto custo.

Usabilidade  


Depois de treinadas, o uso das redes neurais artificiais profundas é simples e barato. Disponibilizamos a versão inicial para mostrar o potencial do projeto.

 

  Andamento do Projeto


O projeto está em fase experimental inicial e de demonstração de viabilidade.

  Aplicação


Olho Eletrônico está sendo projetado para aproveitar a portabilidade e praticidade dos smartfones para usuário que dispõe de banda larga acessível e de um equipamento eletrônico para regiões sem banda larga móvel.

  Seja um Colaborador


Se você deseja ser um dos patrocinadores do projeto entre em contato com This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. .

 

285.000.000 +

Pessoas no mundo

População estimada de pessoas com deficiência visual no mundo. Sendo 39 milhões cegos e 246 milhões com baixa visão.

 

90 %

Dos deficientes visuais

Vivem em países pobres.

 

19.000.000 +

De crianças

Com deficiência visual em todo o mundo.

 

3,5 % 

(1,3 milhões de pessoas)

População brasileira que declarou possuir algum tipo de deficiência visual. Esta é alegadamente a deficiência mais comum nos brasileiros.

Fonte: IBGE, News Farma

Pesquisadores Envolvidos

  • Team Member
  • Otávio Calaça

  • M.Sc. Professor - UFG

  • Team Member
  • Francisco Calaça

  • Doutorando - UFG

  • Team Member
  • Anderson Soares

  • Ph.D. Professor/Pesquisador - UFG

  • Team Member
  • Leonardo Antônio

  • Professor/Pesquisador - Faculdade Sul-Americana

Expectativas

Estão previstas duas fases futuras: 1) disponibilização de um aplicativo para smartphones que faz uso de internet para uso do serviço ainda em 2017 e 2) óculos eletrônico com a tecnologia embarcada que não faz uso de internet banda larga (previsão para 2019).

Contribuições

Se você deseja ser um dos patrocinadores do projeto entre em contato com This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. . As doações e financiamentos são intermediadas e gerenciadas por fundações de amparo à pesquisa das universidades participantes. Atualmente o projeto está sediado na Universidade Federal de Goiás (UFG), Instituto Federal de Goiás (IFG) e Instituto de Inteligência Artificial Aplicada (http://www.datah.com.br/i2a2).